[Fechar]



[Fechar]



[Fechar]



[Fechar]



[Fechar]

A Viagem do Alce: uma experiência interessante



Nosso mascote de viagem chamado Kristoff Bjorgman.

Foram 46 dias de viagem pelo Norte da Europa, iniciamos a viagem em três, o Vovô a Rafaela e eu.

Alugamos um carro e tínhamos um número de bagagens que cabia certinho em nosso carro, com isto tínhamos que pensar em cada coisinha que gostaríamos de comprar para que as bagagens não aumentassem, lembrando que teríamos muitos dias e cidades pela frente:

  • Berlin na Alemanha;
  • Varsóvia na Polônia;
  • Vilnius na Lituânia;
  • Tallinn na Estônia;
  • Estocolmo na Suécia;
  • Oslo na Noruega;
  • Copenhague na Dinamarca;
  • Praga na República Checa;
  • Viena na Áustria;
  • Budapeste na Hungria;
  • Paris na França.

E foi na cidade de Vilnius na Lituânia um lugar lindo onde faz frio e neva muito durante o Inverno mas também chove muito durante o verão, que a Rafaela e eu resolvemos sair pela cidade enquanto o Vovô terminava seu almoço tranquilamente e voltava para o Hotel Boutique Shakespeare, em seu compasso sereno e calmo.

Nós duas vimos coisas lindas pela cidade, mas sempre pensávamos, “nada de compras estamos aqui para conhecer, curtir o lugar e nos curtirmos”.

Chegamos no apartamento Mr. Churchill, era assim que se chamava o nosso quarto, o Vovô estava feliz e imediatamente veio nos mostrar o nosso novo companheiro de viagem, um Alce e um chapéu.

Tivemos um ataque, não sabíamos se riamos ou se ficávamos bravas com a nova aquisição. Mas como conhecemos o Vovô acabamos por dar muitas risadas. Então tiramos fotos e incorporamos o Alce em nossa viagem. E falamos entre nós:

Ele terá que cuidar do bichinho a viagem toda

Assim começamos a curtir a história.

A Viagem do Alce | Valéria FozPensei, vou criar uma relação interessante com a Malu a netinha que para quem ele comprara o presente, e mandamos a primeira foto para ela.

Curtíamos mesmo e dávamos muitas risadas à cada mala e cada cidade que íamos passando, pois, o Alce teria que entrar na mala do Vovô, e ele arrumava daqui e arrumava dali e nós só olhávamos.

O Alce sem nome, iniciou a viagem na Lituânia, quando chegamos em Estocolmo na Suécia a Rafaela voltou para o Brasil pois iria iniciar um trabalho muito bacana , e o vovô tentou seduzi-la a levar o Alce para o Brasil , mas ela disse:

Ele quer viajar com vocês

Então novamente o vovô a cada mala acomodava o bichinho cuidadosamente, era muito engraçado.

Em Oslo na Noruega começamos a acomodá-lo em nosso quarto como mascote, assim ele começou a fazer parte da nossa vida como um bichinho de estimação.

Ele sentava na poltrona, depois ia para a cama, esperava no armário.

A Viagem do Alce | Valéria FozUm dia saí após o café e o Vovô ficou, acomodei o Alce abraçado nele e saí.

Quando cheguei, o quarto todo arrumado e um espanador jogado ao lado da cama.

Eu comentei com o vovô: “Que bom a camareira veio?” Ele me respondeu: “Não vi!”

A Viagem do Alce | Valéria FozQuase morri de de rir ao imaginar o susto da camareira quando ao acabar de arrumar o quarto, passar aspirador e lavar o banheiro, ela deve ter ido arrumar as camas e quando chegou na cama  do vovô e retirou os lençóis viu o vovô abraçado no Alce.

“Dá para  imaginar?”

Aí então ele entrou de vez em nossas vidas! Já não viaja dentro da mala, ganhou cadeira cativa no carro e em todos os lugares que íamos.

Pegamos o avião para Praga na República Checa e lá estava o Alce, amou ficar no Hotel Four Seasons.

De lá fomos para Viena na Áustria. De Viena para Budapeste na Hungria. Terminando a viagem em Paris na França.


A Viagem do Alce | Valéria Foz


A Viagem do Alce | Valéria FozFoi em Paris que ele ganhou o nome de Kristoff Bjorgman.

Para o embarque Paris Brasil, ele estava acomodado na malinha de mão mas resolvemos fazer com que ele participasse do passeio todo, no embarque, na sala Vip, no avião. Todos vinham falar com ele.

Amanhã ele receberá uma nova casa e uma nova dona, a Malu.

Chegando ao Brasil, claro que ele precisou adaptar-se por conta do calor, pois aqui mesmo sendo inverno estava muito quente, mas a a beleza de onde estava valeu a pena.

 

 

 

 


A Viagem do Alce | Valéria Foz

A Viagem do Alce | Valéria FozÀ noite ele recebeu a visita do Thomaz, que com seu feito alegre foi entrando na casa e falando.

“Cadê o Alce? Quero saber sobre a viagem dele.”

A Viagem do Alce | Valéria FozFoi uma noite muito divertida!

Hoje o Alce tem cadeira cativa na sala da casa da Malu.

Foi assim que a Netinha participou de nossa aventura e curtiu nossa chegada.

Valeria Foz
www.valeriafoz.com.br

 

Retornar Notícias

 
Design by Immaginare