[Fechar]



[Fechar]



[Fechar]



[Fechar]



[Fechar]

O verdadeiro sentido de Sustentabilidade: é preciso humanizar esse conceito



Leonor Sá Machado
Leonor Sá Machado

Há um mito em torno da palavra Sustentabilidade que me deixa desconfortável. Primeiro, porque a maior parte das pessoas não sabe o que é, depois porque o significado da palavra se perdeu completamente.  A Sustentabilidade é usada para tudo, como se fosse uma palavra híbrida. É usada dentro e fora de contexto. Seria interessante perguntar a quem vos rodeia o verdadeiro significado dessa palavra.

Defendo profundamente a opinião de que se descaracterizou completamente um dos conceitos mais importantes deste século. Tenho feito esse exercício nas minhas ações de formação ou simplesmente de intervenção, perguntando às pessoas se podem me dizer o que o termo significa e, invariavelmente, preciso explicá-lo (e estou falando de pessoas com nível de escolaridade superior).

Falando de Sustentabilidade, é notório que o investimento em ações relacionadas com o meio ambiente prevalece sobre o investimento para causas sociais. Pergunto-me constantemente se o pilar social da Sustentabilidade não deveria ser privilegiado em relação ao ambiental, se os investimentos astronômicos que se reservam para cuidar do planeta não deveriam ser rateados por projetos que cuidam das pessoas. 

É necessário humanizar a Sustentabilidade. Penso muitas vezes em como nos preocupamos com as questões ambientais do planeta em que vivemos quando, segundo informações da ONU, "em cada 3 segundos uma pessoa morre no mundo por causa da fome, e os cálculos se desenvolvem mostrando um resultado inacreditável: são 20 vítimas por minuto, 1.200 por hora e 28.800 por dia. Em contrapartida, mais de 1 bilhão de toneladas de comida é desperdiçada no mundo, quantidade que equivale a 1/3 de todos os mantimentos produzidos anualmente no planeta Terra. A inanição não é apenas um problema da África, pois a América Latina também sofre com a fome em muitos de seus países, entres eles, o Brasil."

Pergunto-me constantemente se o pilar social da Sustentabilidade não deveria ser privilegiado em relação ao ambiental, se os investimentos astronômicos que se reservam para cuidar do planeta não deveriam ser rateados por projetos que cuidam das pessoas.

Depois de ler esta informação, não seria muito mais útil trabalharmos profundamente o problema da fome no mundo como ponto de partida para uma atenção mais dedicada ao ser humano?

O meu conceito de “Humanização da Sustentabilidade” torna-se assim bem claro. Vamos cuidar JÁ dos problemas que envolvem as pessoas. Vamos humanizar mais o conceito de sustentabilidade e avaliar CORRETAMENTE a aplicação dos recursos dedicados ao pilar social. Quando o meio ambiente estiver organizado, como é que vamos fazer com as pessoas que não estão em situação perfeita? 

Ou seja, na minha opinião, cada vez mais a área da Responsabilidade Social deve ser trabalhada. No Brasil, por exemplo, cerca de 60% dos projetos sociais são voltados ao meio ambiente e o restante para a área de projetos sociais. Cada vez mais acredito que temos de equilibrar as coisas, focando nossos esforços nas pessoas. Comecem por elas e terão um planeta definitivamente melhor.

*Leonor Sá Machado é presidente da TheBridge Global: www.thebridgeglobal.org

Setembro/2016

 

Retornar Artigos

 
Design by Immaginare
/* Track outbound links in Google Analytics */