[Fechar]



[Fechar]



[Fechar]



[Fechar]



[Fechar]

Mulheres são 36% do Público da 8ª Expo Money em São Paulo



Imagine sair da Expo Money com uma cota de ações no valor de R$ 1 mil. É o que  aconteceu com a vencedora do interativo “Torneio Feminino do Jogo da Bolsa”, realizado, na 8ª edição da Expo Money São Paulo, no dia 23 a 25 de setembro, no Centro de Convenções Transamérica. Além do inédito torneio, aconteceram visitas monitoradas ao evento, cada dia com uma consultora como guia. Na quinta-feira, às 19h, a consultora Eliana Bussinger orientou o grupo em uma imersão nos investimentos por meio da visita aos stands de empresa. Na sexta,  é a vez da colunista da Revista Elas & Lucros Inês Bozzini coordenar a visita. No último dia do evento, Sandra Blanco, coordenadora do Espaço, guiou a visita em que as participantes puderam conhecer melhor sobre opções de investimentos e mercado de capitais.

A iniciativa do Espaço Money Mulher nasceu da expressiva participação feminina que se desenha como nítida tendência no mercado de capitais. Trata-se de um espaço exclusivo para a troca de experiências entre mulheres investidoras e aquelas que querem ver sua bolsa cada vez mais cheia. A programação, teve uma série de atividades visando esclarecer e orientar as dúvidas sobre o futuro dos investimentos para as mulheres, entre workshops de auto-avaliação do perfil de investimentos; palestras; oficinas, mesas redondas e painéis com histórias de investidoras.

O Espaço contou ainda com a presença da psicanalista Márcia Tolotti no debate sobre o filme “Delírios de Consumo de Beck Bloom”, além de participações especiais da apresentadora Andrea Assef do programa Elas & Lucros e da colunista Inês Bozzini, e das escritoras Angélica Francis e Adriana Pueblo, que acabam de lançar o livro “Relaxa Mulher” na Bienal.

A evolução de saias

As mulheres representam 36% dos mais de cinco mil inscritos na 8ª Expo Money São Paulo até agora. A maior parte delas (34,9%) tem entre 26 e 35 anos e menos de 25 anos (34,4%). A maioria investe como pessoa física (54%), enquanto 41% das inscritas nunca investiram no mercado de capitais, o que demonstra o interesse das mulheres em obter informações para entrar no mundo dos investimentos, indicando o perfil mais criterioso nas decisões e de visão de no longo prazo.

De acordo com Sandra Blanco, há uma evolução no comportamento das mulheres diante do mercado. “Na primeira edição da Expo Money a participação era menor e, quando elas vinham, pareciam desconfiadas. Mesmo assim sabíamos que tinham grande potencial como investidores”, afirma a coordenadora do Espaço. Comprovando esta expectativa, a representatividade do público feminino no evento aumentou gradativamente. Em 2003, elas eram apenas 15% do público.

O mesmo aconteceu no mercado acionário. Na BM&FBOVESPA elas representavam 18,40% dos investidores pessoa física em 2003. Dados de agosto de 2010 indicam que, hoje, o público feminino corresponde a 24,70% dos 597.560 investidores individuais, com um crescimento de mais de 12 mil investidoras somente no último mês. Atualmente são ao todo 147.586 investidoras ativas na Bolsa.

8ª Expo Money – São Paulo

Expo Money São Paulo

 

 

Retornar Notícias

 
Design by Immaginare