BPW

PALAVRA DA PRESIDENTE

Continuo a comentar dados mencionados na edição dos Princípios de Empoderamento das Mulheres, publicação desenvolvida pela ONU MULHERES BRASIL e a Rede Brasileira do Pacto Global e distribuída durante o ultimo Fórum WEPS, em abril/2017.

AS MULHERES E A PRODUTIVIDADE

- As mulheres são uma grande força para a economia mundial: representam mais de 40% da mão de obra global, 48% da força de trabalho atuante e mais da metade dos estudantes universitários do mundo, de acordo com um relatório de 2012, do Banco Mundial.

- De acordo cm um relatório de 2015 do McKinsey Global Institute, resolver a desigualdade de gênero em todas as suas dimensões poderia adicionar U$28 trilhões ao PIB global em 2025,o equivalente à soma das economias da China e EUA somadas. Apenas no Brasil, essa mudança poderia gerar um PIB 30% maior em 2025, com até U$850 bilhões a mais em circulação.

- Os países que promovem os direitos das mulheres e aumentam o acesso delas aos recursos e ao ensino têm taxas de pobreza mais baixas, crescimento econômico mais rápido e menos corrupção do que os países onde isso não ocorre, de acordo com evidências do estudo Desenvolvimento e Gênero – Igualdade de Gênero em Direitos, Recursos e Voz do Banco Mundial.


Márcia Kitz | BPW-SP

Meu abraço carinhoso,

Márcia Kitz
Presidente BPW-SP

 

 

 

 



BPW BRASIL

Encontro Regional BPW



BPW INTERNACIONAL

XXIX BPW International Congress



BOAS VINDAS À NOVA ASSOCIADA BPW-SP

Agda Queiroz
Agda Queiroz


BPW-SP INFORMA

Monica SchimenesNÃO TENHA MEDO DE ABRAÇAR MUDANÇAS
Por Monica Schimenes

2016 foi um ano de crise para o mercado como um todo. Na minha agência, MCM, foi também um ano de mudanças. Às vezes na correria da realidade, é fácil esquecer de olhar para o todo e analisar como você chegou até aí, o que aprendeu no caminho e como continuar andando para frente.


Outros rumos em um piscar de olhos

Começamos 2017 com a participação em diversas concorrências após um ano difícil para a economia brasileira. Estávamos para receber as respostas, mas elas não chegavam. Seguindo um planejamento de muito antes, saí de férias, mas saí nervosa, com crises de ansiedade.

Saiba mais



Leila NavarroNovos hábitos para fazer acontecer
Por Leila Navarro

Em tempos de profundas mudanças, alta competitividade e grandes pressões, nem sempre é fácil encontrar motivação para realizar nossos desejos. A competência e os esforços às vezes parecem insuficientes para fazer as coisas funcionarem como gostaríamos. Os problemas teimam em sugar a energia! Muita gente tem saído do trabalho exaurido, até com sentimento de culpa por não ter resolvido todas as pendências.

É assim que você se sente? Então provavelmente entrou numa espiral negativa em que as questões não solucionadas tem gerado desprazer e o desprazer leva à desmotivação. A boa notícia é que o movimento dessa espiral pode ser revertido se você acrescentar um tempero especial ao seu trabalho e à sua vida: a criatividade. Por isso tenho pelo menos 10 novos hábitos que você pode adotar para fazer acontecer:

1. Simplifique a vida! Adote a Lei do Minimalismo, o que representa mais qualidade de vida e menos consumismo. Você pode fazer coisas extraordinárias com muito pouco!

Saiba mais



Competências profissionais no contexto da futurabilidade
Por Leila Navarro

As suas competências profissionais estão alinhadas ao contexto da futurabilidade? Ok! Talvez o termo futurabilidade pareça muito longe da sua realidade. Então vamos entender de outra forma. Como as pessoas vão se relacionar umas com as outras, com as questões sobre o meio ambiente, a sociedade, a educação, o mercado de trabalho, as novas tecnologias e exigidas em um cenário de mudanças cada vez mais aceleradas?

Essas questões estão intimamente relacionadas com a futurabilidade, que caracteriza o cenário ou a capacidade de viver na velocidade do presente, com visão para o futuro, sem perder a consciência do outro e do todo, e exerce um novo padrão de competências profissionais, pessoais, na carreira e nos negócios.

 

Saiba mais



Gladis CostaHomens, Mulheres e uma Reunião de Negócios
Por Gladis Costa

Homens e mulheres são mesmo de planetas diferentes. Pensam e funcionam de forma diferente – diferenças que podem ser vistas claramente durante uma reunião de negócios, por exemplo.

Há muitos anos, eu e um gerente, pouco informal, participamos de uma reunião com uma executiva com quem já havia trabalhado no passado. Antes da reunião efetivamente começar, perguntei a ela como estavam as coisas, se ainda morava no mesmo lugar, como estavam as crianças, enfim, o básico, mas um pouco mais personalizado, porque eu a conhecia de fato, as perguntas não eram mera retórica, portanto.

Pesquisas dizem que falamos 20.000 palavras por dia, enquanto nossos amigos falam por volta de 7.000, ou seja, falamos três vezes mais. Como fica isso no ambiente de trabalho? Como fazer as coisas funcionarem com diferenças tão grandes no quesito comunicação? Acontece que quando um homem pergunta a um colega como ele está, a resposta não vai fugir muito do: “Beleza, cara, e você?” Simples assim. Se cumprimentam, apertam as mãos, dão um abraço meio desajeitado e pronto. Assunto resolvido. Próximo tópico!

Saiba mais



Lens MinarelliÉtica: temos uma chance de ouro daqui por diante
Por Gustavo Lens Minarelli

Um estudo publicado em janeiro deste ano pela entidade Transparência Internacional, que espelha a percepção de corrupção que pessoas do mundo todo têm sobre uma lista de 176 países, apontou uma queda significativa do posicionamento do Brasil nos últimos cinco anos. Neste Ranking da Corrupção, o país terminou 2016 em 79º lugar.  No restante da América Latina, os piores classificados são Venezuela (166º) e México (123º), enquanto os mais bem avaliados são o Uruguai (21º) e o Chile (24º). É neste contexto, que a integridade e a ética profissional transcendem a teoria e ganham importância prática.

Um outro estudo global sobre corrupção, publicado pela Ernst & Young (EY), em 2016, também trouxe dados importantes para quem investe sua vida no Brasil. Apontou que 90% dos executivos brasileiros entendem que corrupção não acontece de forma isolada no país. Ainda nesta análise, 18% dos executivos também reconheceram a existência de improbidade e desvios de ética nos segmentos onde atuam. Segundo esse ranking, somos os primeiros da lista.

Saiba mais



PausasPausas
Por @eagoracinderela (Internet)

Hoje fiquei pensando em quantas vezes, desde que me tornei mãe, já escutei a frase “não pause sua vida pelos filhos, pois um dia eles crescem” ou alguma variação dela.
Se cria filho pro mundo, todo mundo diz.
As asas, as benditas asas.
Eu sei, você sabe.

Não pausar a vida. Idéia curiosa essa, já que ser mãe é viver eternamente de pausas
Por 9 meses (ou mais) a gente pausa o tudo. Por semanas ou até meses pausamos nosso lado esposa.
Por muitas e muitas noites a gente pausa o sono.
A gente pausa a reunião de trabalho, a ligação importante, a promoção. 
A gente pausa a poupança porque juntar dinheiro fica difícil. 
A gente pausa as refeições e os banhos. 
A gente pausa os planos de viagens, as saídas com as amigas, as idas ao cabeleireiro. 
A gente pausa o coração nas preocupações, e a gente pausa a própria vida pra respirar a deles.

Criar para o mundo. O que seria isso? 
Suponho que minha mãe me criou "para o mundo," sempre me dando asas. 
Saí de casa,fui conquistar esse mundão para o qual ela me criou. Mas a verdade é que eu nunca deixei de ser dela. Um pedaço dela. Um produto dela.
Tão dela que mesmo depois de ter me tornado mãe, por diversas vezes precisei que ela pausasse a vida por mim. 
E ela sempre pausou. 
Pausava para viver comigo a minha vida, com a generosidade de quem é acostumada a pausar e doar, amar, e amar, e amar.

Então eu penso, enquanto tomo meu café com lágrimas de saudades, que filhos não são do mundo. 
Nossos filhos são nossos! 
Eles vieram da gente e voltam pra gente de novo e de novo. 
Mesmo estando longe, eles são nossos. Nossos pedaços. Nossos produtos. 
Os produtos de todas as nossas pausas. Porque é na pausa que fortalecemos o vínculo, é na pausa que construímos as memórias. 

É no pausar da vida, nesse incessante viver pelo outro, em meio as dores e sacrifícios, que como mulheres, muitas vezes nos vemos plenas; e mais do que isso, nos vemos mães.



INDIQUE UMA AMIGA!

Traga uma amiga para conhecer os benefícios de ser Associada da BPW-SP.


 

 

Siga-nos: Siga a BPW-SP no Blog  Siga a BPW-SP no Facebook


BPW-SP



Visite nosso site www.bpwsp.org.br verifique nossa agenda de eventos, parcerias e negócios.


Você já conhece nossas páginas no FACEBOOK e LINKEDIN?
Siga-nos e acompanhe mais estes canais de informação!


Trabalho Igual, Salário Igual


América Economia CENAM Chandon Enzo Calçados Hotel Fazenda Foz do Marinheiro
Global Expert Resources | GER Services Home Angels Immaginare Design | Marketing Digital Jô Slaviero e Guedes Language Land
Luciana David Luciene Villa Wertheim Maria Cecilia Parasmo Programa Aurora Saint Paul Escola de Negócios
São Pedro Spa Médico Faculdade e Conservatório Souza Lima Studio Ana Arte Vitrine Hair Studio WEConnect International
BPW