Conexão Mulheres - BPW-SP

Agosto de 2018

Palavra da Presidente

Claudia PiraniAgosto!

Agosto Lilás é o mês em alerta à violência contra a mulher.

Em 07 de Agosto tivemos a comemoração dos 12 anos da Lei Maria da Penha, que foi sancionada em 07 de agosto de 2006 e reforçada em 2015, pela Lei do Feminicídio, e representou avanços no combate à violência e de gênero.

Num dia deste mês de Agosto, que se encerra hoje, enquanto me arrumava para ir trabalhar, escutando as notícias do início do dia, fazendo meu “famoso” café de todo dia para realmente acordar, quando me dei conta que, foram pelo menos 10minutos de notícias reportando violências contra a mulher. Foram noticiados pelo menos 4 casos, todos que acabaram em morte da mulher. E os casos estão em todas as classes sociais, independente do grau de estudo, cultura e informação. Tem nos chamado a atenção, o caos mais recente, da advogada e seu marido biólogo, que têm nos deixado “pasmos” com tamanha violência, descaso e desrespeito à inteligência pública, eu diria.

A máxima que “em briga de marido e mulher não se mete a colher”, que eu particularmente cresci escutando, deixou de valer há muito tempo. A sociedade (todos nós) se omite, ignorando “brigas de casais”, por achar que esses desentendimentos fazem parte da vida privada dos dois. Enquanto isso, a cada sete segundos uma brasileira é vítima de violência física, segundo a pesquisa Relógios da Violência, do Instituto Maria da Penha. Metade (54%) dos brasileiros conhece ao menos uma mulher que já foi agredida pelo companheiro. Em 2016, foram 58 mil registros desse tipo captados pelos dados do Ligue 180, da Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres.

"Os dados revelam que a violência de gênero não é um problema pontual. É um problema grande. A maioria dos feminicídios é pelas mãos do companheiro ou do ex. O assassinato é o último estágio, e por isso tentamos atacar o problema antes de ele chegar às últimas consequências", conta Aline Silveira, designer e uma das co-criadoras do aplicativo "Mete a Colher", que busca auxiliar mulheres vítimas de violência.

Em caso de flagrante de violência, você pode chamar imediatamente a polícia pelo 190. Se souber de agressões constantes, mesmo que a própria vítima ainda não tenha denunciado, é possível alertar sobre o caso pelo Disque Mulher (180). Pelo 180, não é aberta uma chamada de emergência e, portanto, a polícia não aparece imediatamente - só quando acionada pelo 190.

#chegadefeminicidio #violenciacontraamulherécrime #meteacolher

Claudia Pirani
Presidente BPW-SP

Eventos - BPW-SP

Associação das Mulheres para a Paz Mundial

No  dia 03/agosto, a Presidente da BPWSP Claudia Pirani, e a  Conselheira Vera Di Pietro, foram convidadas pela associada e Presidente do Movimento Mulheres da Verdade, Rosmary Correa, para a Assembleia da Associação das Mulheres para a Paz Mundial.

CLIQUE PARA SABER MAIS

Happy Hour BPW

Aconteceu no último dia 10/08, no Pateo da Luz, um delicioso Happy Hour! Em ambiente informal, as presentes puderam fazer um interessante networking.

CLIQUE PARA SABER MAIS

Corrupção, Democracia e Eleições

Dia 16 de agosto passado, foi realizado no Auditório Cultural do CIEE o Fórum: “Corrupção, Democracia e Eleições”.

CLIQUE PARA SABER MAIS

Academia Embaixadora da Água

No dia 20 de agosto, em Florianópolis, a BPW Brasil e Women for Water Partnership realizaram a convite do ENCOB a Academia Embaixadoras da Água durante o XX Fórum Nacional de Bacias Hidrográficas.

CLIQUE PARA SABER MAIS

Reunião de Conselho

Reunião de Conselho da BPW São Paulo para direcionamento dos novos rumos da Associação.

BPW Day

Há 88 anos atrás Lena Medesin Philips fundava a BPW.

O objetivo é agregar mulheres de negócios e profissionais, orientando e coordenando seu desenvolvimento pleno mas esferas de poder público e de mercado.

CLIQUE PARA SABER MAIS

Notícias - BPW-SP

Dança das cadeiras: uma mulher é a nova CEO da Herman Miller

A fábrica de móveis de escritório Herman Miller anunciou Andi Owen como sua próxima CEO.

CLIQUE PARA SABER MAIS

"Brasil precisa de mais candidatas eleitas", diz ONU Mulheres

As regras da Justiça Eleitoral que buscam resguardar cotas mínimas de candidaturas femininas e de recursos financeiros a elas ainda não são garantia de que mais mulheres serão, efetivamente, eleitas no Brasil. A constatação, em to.em tom de alerta, é da representante no país da ONU Mulheres, Nadine Gasman.

CLIQUE PARA SABER MAIS

Mulheres no comando

Leitores da revista BBC World History elegeram as mulheres com maior impacto na história do mundo.

CLIQUE PARA SABER MAIS

Maior tribunal do Trabalho terá primeira presidente negra

Rilma Hemetério tem a missão de pacificar corte após a reforma da CLT.

CLIQUE PARA SABER MAIS

Novas Associadas - BPW-SP
Vamos dar as boas-vindas às novas associadas da BPW-SP!

Natasha Bazhuni

Viviane Mancine

 

 

     

 

Aniversariantes - BPW-SP
Parabéns a todas as aniversariantes de agosto!

Alberica

Elisa

Érika

Luciene

Olgarita

Rose

   
Agenda - BPW-SP

Veja aqui os principais eventos de setembro:

  • 12/09 - 2º BPW Business Chapter - Rua Engenheiro Alcides Barbosa N°47 (travessa da Av. Rebouças com a Av. Brasil)
  • 11 a 13/09 - GoTex Show - Expo Center Norte - Rua José Bernardo Pinto, 333 - Vila Guilherme, São Paulo

CLIQUE PARA VER TODOS OS EVENTOS

INDIQUE UMA AMIGA

Traga uma amiga para conhecer os benefícios de ser Associada da BPW-SP.